Ir para conteúdo
Anúncios

Com VAR em ação, Estados Unidos se classifica para a final da Copa do Mundo Feminina de 2019

EUA_x_ENG_ jogo_materia_territorio_mls_02_07_2019
Foto: Reprodução Facebook/FIFA Women’s World Cup

O jogo entre Estados Unidos e Inglaterra foi muito esperado, de certa forma, não é nenhuma surpresa. Esse sem dúvida foi o jogo mais aguardado das semifinais e foi marcado pela sua importância e também por suas polêmicas.

As americanas logo aos 3’ mostraram para o que vieram. Lavelle fez linda jogada pela direita, quando tocou a bola entre as pernas da inglesa Brighton, passou pela Stokes e chutou para a defesa da goleira Telford. Após muita pressão, as americanas chegaram ao gol aos 9’ do primeiro tempo, quando a O’Hara recebe na linha de fundo, cruza para a grande área e a Christen Press, na segunda trave, cabeceia para o fundo da rede (1 a 0).

Tudo indicava para um placar mais extenso para a seleção americana, quando, aos 18’, Mead recebe um passe alto pela esquerda e cruza a meia altura para White, que se antecipa à marcação e completa para o gol (1 a 1).

Após o empate, as inglesas até chegaram ao gol americano com perigo uma vez, porém não foi o suficiente. As americanas retomaram a superioridade em campo e aos 30’, Alex Morgan cabeceia para o fundo das redes, após cruzamento perfeito de Horan (2 a 1).

A Inglaterra veio para o segundo tempo muito ofensiva, criando várias chances de gols. Em uma dessas, aos 21’ do segundo tempo, White recebe passe de Scott, sai na cara do gol e toca para o fundo da rede, mas a árbitra brasileira Edina Alves, com ajuda do VAR, marca posição de impedimento.

Quando estava se encaminhando ao final do jogo e parecia que o resultado estava decidido, a juíza brasileira, após consulta ao VAR, marca, aos 37’ do segundo tempo, pênalti para a Inglaterra. O lance em questão ocorreu aos 33’ do segundo tempo, quando Stoker, após lindo passe de Kirby, cruza rasteiro para White, que após toque sofrido por Sauerbrunn, fura.

A cobrança foi feita pela zagueira Houghton, que bateu mal na bola, permitindo uma defesa fácil para a goleira Naeher, que caiu para o lado direito, encaixando a bola e fechando o placar em 2 a 1 para as americanas. Faltando cinco minutos para o fim da partida, a Inglaterra teve a zagueira Bright expulsa, após entrada dura em Alex Morgan. A jogadora já tinha um amarelo e levou o segundo, sendo assim, expulsa.

Os Estados Unidos agora esperam as vencedoras do jogo entre Holanda e Suécia, que acontece nesta quarta-feira (03), as 16h, horário de Brasília.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: