Por que tantos atletas e ex-atletas estão investindo na MLS?

Alguns anos atrás, as grandes estrelas do esporte poderiam se contentar em abrir um restaurante ou um empreendimento cheio de recordações nas cidades onde se tornaram lendas. No entanto, agora eles são multimilionários, têm gerentes de patrimônio e portfólios de investimentos estratégicos.

Parece que algumas estrelas do esporte estão percebendo que o investimento em um clube de futebol pode se tornar um negócio muito mais lucrativo. Um exemplo claro de sucesso de um investimento em futebol é LeBron James. Ele tinha apenas 26 anos quando se tornou sócio do Liverpool em 2011, recebendo uma participação de 2% que já se valorizou muito desde a compra.

James_Harden_Houston_Dynamo
Foto: Reprodução / Instagram Houston Dynamo

Ano passado, James Harden, um dos jogadores mais bem pagos da NBA no momento, adicionou seu nome à mesma lista, comprando uma participação de 5% no grupo acionista que possui o Houston Dynamo e sua contraparte feminina, o Houston Dash – duas equipes de talismãs da cidade onde os próprios Rockets jogam na NBA. Além dele, o inglês David Beckham, fundou, junto com alguns outros investidores o Inter Miami CF. Mas por que investir em uma franquia da MLS e não em outro clube em qualquer lugar do mundo?

A Major League Soccer é uma liga que possui um crescimento exponencial, tanto esportivamente quanto nas raízes dos fãs do país; mas, ao mesmo tempo, sabe-se que está longe de alcançar as principais ligas do mundo. A Brand Finance revelou um estudo em que confirmou que os fãs americanos aceitam cada vez mais a liga mais importante nos Estados Unidos e no Canadá, estando acima da Liga Chinesa que também está em um ritmo de crescimento alto, no entanto gastando muito mais.

A Brand Finance revelou que a MLS aumentou a sua audiência em 31%, enquanto a Liga Chinesa em apenas 21%. No estudo, foram realizadas 11 variáveis, onde estavam: raízes em cada país, a atmosfera nos estádios, com jogadores de classe mundial, entre outros. Grande parte desse crescimento da MLS tem a ver com o trabalho de Don Garber, que juntamente com os dirigentes da liga, procurou expandir a competição para lugares que podem manter um futebol do mais alto nível, como é o caso de Atlanta FC e Los Angeles FC, que revolucionaram a liga em todo o país, já que seu modo de jogar obrigou as outras franquias a evoluir.

A cada ano que passa, as franquias são cada vez mais valiosas, com uma demanda tão alta que a liga está cobrando dos novos participantes uma taxa de expansão de US$ 200 milhões. Estádios, como outros imóveis, podem subir de valor. E talvez o mais importante, o braço comercial da MLS, o Soccer United Marketing, provavelmente deve se tornar ainda mais poderoso e lucrativo na preparação para a realização da Copa do Mundo de 2026 na América do Norte.

Veja também outros famosos que são donos de franquias.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s