Charlotte FC começa a trabalhar objetivando “derrubar Atlanta” na MLS

Na última quarta-feira (22), a franquia da MLS sediada em Charlotte, Carolina do Norte, anunciou o seu nome. Seguindo exemplos recentes de outras equipes da liga, a franquia optou por um nome tradicional: Charlotte FC. Além disso, as cores da equipe e o brasão também foram anunciados. A equipe, de propriedade de David Tepper, entrará na MLS em 2022, diferindo da data original (2021), em virtude da pandemia de COVID-19.

De maneira semelhante ao que ocorre em outras grandes ligas americanas, Charlotte terá como grande rival a franquia de Atlanta, o Atlanta United. Isso ocorre, dentre outros motivos, pois os estados da Carolina do Norte e Geórgia são relativamente próximos.

Tom Glick, presidente da equipe, falou, por meio de videoconferência, a repórteres: “Eles (Atlanta United) têm sido uma grande organização. Teremos de derrubá-los. Nosso objetivo é fazer isso”, reforçando o intuito de superar os rivais do sul.

As palavras de Glick ecoam sobre uma franquia de expansão bem sucedida, a qual tem servido de inspiração para outras recentemente anunciadas. O Atlanta United sagrou-se campeão da MLS Cup no seu segundo ano de existência (2018), além de contar com o Mercedes-Benz Stadium regularmente lotado.

Sobre a rivalidade com Atlanta, Glick mencionou suas expectativas: “Acho que um dos grandes eventos esportivos de 2022 será a primeira vez que o Atlanta United entrará no Bank of America Stadium (estádio que dividirá com o Carolina Phanters, da NFL) […] com uma multidão lotada. Será uma noite especial, a primeira de muitas”.

Na franquia, os trabalhos seguem avançando sob a batuta de Zoran Krneta (diretor esportivo) e Marc Nicholls (diretor técnico). Ademais, a equipe já se mexeu no mercado de contratações e anunciou o primeiro reforço de sua história, o meia Sergio Ruiz, de 25 anos de idade, proveniente do Racing (ESP). Pretende, ainda, trazer novos reforços na segunda janela de transferência de 2020, que terá início em 12 de agosto, após o término do MLS is Back.

Glick, na mesma entrevista, continuou: “Há trabalhos em andamento em vários alvos”, mencionando um amplo plano de contratações futuras, além da possibilidade de empréstimo de Ruiz: “Agora temos mais de uma dúzia de clubes que o querem (Ruiz) emprestado. Nós vamos ter algumas opções”.

Glick apontou, ainda, esperanças na academia de jovens jogadores do Charlotte FC: “Nossa academia de jovens estará produzindo talentos para nós, é uma área muito rica para talentos. Há um enorme fluxo de talentos. Estamos levando os melhores jovens jogadores para a nossa academia”. E concluiu a entrevista, mencionando a possibilidade de, em 2021, contratar o técnico da equipe, após minuciosa análise do mercado: “É mais provável que esperemos até o próximo verão. Há um grande número de grandes técnicos – nomes conhecidos e talentosos iniciantes – que desejam ingressar na Major League Soccer e em Charlotte”.

(Foto: Reprodução Twitter/Charlotte FC)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s