Nos pênaltis, Orlando City bate LAFC e está na semifinal do MLS is Back

90 minutos não foram suficientes para determinar um vencedor entre Orlando City e Los Angeles FC. O tempo regulamentar terminou empatado em 1 a 1, com excelente atuação dos goleiros e o classificado foi definido nas penalidades máximas. Nos pênaltis, o Orlando City foi perfeito e superou o Los Angeles FC por 5 a 4 e agora está classificado para as semifinais do MLS is Back.

A partida foi de grande destaque para os goleiros no tempo normal. Vermeer, do LAFC pegou pênalti no primeiro tempo, batido por Nani e fez outras quatro defesas importantes para sua equipe. Gallese, do Orlando City, parou o ataque adversário com pelo menos quatro intervenções importantes.

Os gols saíram apenas no segundo tempo. Rossi roubou a bola de Ruan, no campo ofensivo e arrancou para área, cruzando rasteiro para Bradley Wright-Phillipps abrir o placar aos 15 minutos. Aos 45 do segundo tempo, após escanteio cobrado por Nani, João Moutinho cabeceou pras redes, marcando o empate na partida.

Nos pênaltis, Jordan Harvey, do LAFC, foi o único jogador a errar. Ginella, Rossi, Rodríguez e Blessing acertaram para a equipe enquanto o Orlando foi perfeito e acertou todas as cobranças: bateram Pereyra, Smith, Moutinho, Antônio Carlos e Nani.

Agora, o Orlando City espera o resultado da partida entre San Jose Earthquakes e Minnesota United. O vencedor disputará a semifinal do MLS is Back, diante do Orlando, no dia 6 de agosto.

O JOGO

A partida começou com as duas equipes mostrando força na marcação. O número alto de faltas no início da partida impediu a criação de grandes chances. No início da partida, ambas equipes marcaram a saída de jogo no campo do adversário. Essa pressão resultava em muitos erros de passe e na ineficiência ofensiva. Nani, aos quatorze minutos, fez a primeira finalização relevante do jogo – e ainda sim, sem perigo.

A primeira chance do LAFC aconteceu aos 18 minutos, após cruzamento de Blackmon que passou em frente a área, sem que alguém completasse pra dentro do gol. O primeiro goleiro que trabalhou no jogo foi Vermeer. Coube ao goleiro espalmar a bola cabeceada pelo zagueiro Antonio Carlos.

O Orlando foi melhor no primeiro tempo e dominou as ações ofensivas, mas a melhor chance da primeira etapa foi do LAFC. Wright-Phillips chegou a marcar, mas com o auxílio do VAR, foi marcado impedimento na criação da jogada. Os primeiros quarenta e cinco minutos terminaram 0 a 0.

O segundo tempo começou com o mesmo equilíbrio do primeiro. Aos 10 minutos do segundo tempo, Ruan invadiu a área adversária pela direita e foi derrubado, o juiz marcou pênalti. Nani bateu à meia altura e o goleiro Vermeer defendeu a cobrança.

O LAFC fez o Orlando City pagar pelo erro, três minutos depois. Após roubada de bola no campo ofensivo, Rossi foi à linha de fundo e cruzou rasteiro pro meio da área e Wright-Phillips abriu o placar da partida.

Após o gol, o jogo ficou mais aberto. As equipes buscaram mais o gol, mas pararam em ótimas atuações dos goleiros Gallese e Vermeer. O peruano, guardando a meta do Orlando, fez pelo menos quatro defesas importantes, evitando o segundo gol do LAFC. Já, Vermeer continuou com atuação excelente e manteve sem ser vazado, mesmo com duas chances criadas pelo Orlando.

Os últimos dez minutos do segundo tempo, com as substituições, foram de menos disciplina tática e mais entrega física em campo. Os jogadores, esgotados fisicamente, pouco produziram e a partida parecia ficar no 1 a 0 quando Nani, aos 45 do segundo tempo bateu escanteio na cabeça de João Moutinho, que empatou o jogo e levou a decisão para os pênaltis.

FICHA TÉCNICA

ORLANDO CITY – 1

Gallese; Ruan, Antonio Carlos, Jansson (Smith), Moutinho; Pereyra, Rosell (Perea), Mendez (Patiño), Mueller (Michel); Nani, Akindele (Dike).
TEC.: Óscar Pareja

LOS ANGELES FC – 1

Vermeer; Palacios (Harvey), Segura, Jakovic, Blackmon; Atuesta (Cifuentes), Blessing, Kaye (Ginella); Rodríguez, Wright-Phillips (Musovski), Rossi.
TEC.: Bob Bradley

Gols: João Moutinho (ORL); Wright-Phillips (LAFC).
Cartões Amarelos: Ruan, Pereyra, Perea (ORL); Palacios (LAFC).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s