Mudanças no Orlando Pride antes de retorno aos gramados

A National Women’s Soccer League ainda não tinha começado sua temporada de 2020 quando a Pandemia do Novo Coronavírus chegou, o que forçou dirigentes em comunhão com a associação de jogadoras a adiar o inicio dos trabalhos que estavam marcados para o dia 18 do mês de abril. E assim como a Major League Soccer, a NWSL decidiu voltar com um torneio paralelo, a chamada ”NWSL Challenge Cup”, que será sediada primeiramente, em sua fase qualificatória, na cidade de Herriman, no Zions Bank Stadium, e posteriormente, na fase semifinal e final, na cidade de Sandy, no Rio Tinto Stadium, ambos no estado de Utah.

Nesta nova competição, marcada para estrear já no próximo dia 27 de junho, o Orlando Pride anunciou várias transações antes do fechamento do plantel para a temporada. Foram contratadas, a partir do Draft College deste ano, as defensoras Phoebe McClernon (22 anos, da University of Virginia) e Cheyenne Shorts (21 anos, da University of Denver) e a meia Chelsee Washington (22 anos, da Bowling Green State University) , além da goleira Brittany Wilson (21 anos, da University of Denver), todas com contrato de curta duração, sem prazo especificado pelo clube da Flórida.

Em contrapartida, o Orlando Pride também anunciou a saída de três atletas, a meia Bridget Callahan, a zagueira Carrie Lawrence e goleira Lainey Burdett. Além disso, foram movidas para lista suplementar a atacante Abby Elinsky, a meia Marisa Viggiano e a defensora Julie King e também foram adicionadas a lista de jogadores indisponíveis por lesão as atletas Alex Morgan e a defensora Morgan Reid, por um período de 45 dias, pelo menos.

Destaque do Orlando ao lado de Marta, Morgan está fora da Challenge Cup. (Reprodução/Twitter Orlando Pride)

No anuncio que tornou público todas essas movimentações, Amanda Duffy, vice-presidente do clube, disse algumas palavras para justificar as transferências e agradecer quem saiu do time: ”Como nossa lista é finalizada antes da NWSL Challenge Cup, várias decisões difíceis foram necessárias para tornar a lista do Pride compatível com o torneio. Esta é uma grande oportunidade para as nossas escolhas do NWSL College Draft 2020, para ganhar minutos profissionais importantes e causar um impacto imediato durante esta competição única. Em nome de toda a organização, gostaria de também agradecer a Bridget, Carrie e Lainey por suas contribuições. ao clube sobre seus respectivos mandatos. Desejamos a eles tudo de melhor no futuro. ”  

O Orlando Pride começa a Challenge Cup já no dia inaugural da competição, no sábado, 27 de junho, enfrentando o Chicago Red Stars às 21:00 da noite no Zions Bank Stadium. Essa partida será transmitida no CBS All Access para fãs nos EUA e no Canadá, enquanto os fãs internacionais, incluindo os brasileiros, poderão assistir no Twitch. 

*Atualização: O Orlando Pride anunciou, horas depois, que não jogará a Challenge Cup. 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s