Atlanta perde para o Cincinnati e está praticamente eliminado do MLS is Back

A manhã desta quinta-feira (16) não foi nada boa para os torcedores do Atlanta United. Os fãs do rubro-negro norte americano viram sua equipe perder mais um jogo no MLS is Back e ser praticamente eliminada do torneio. O Atlanta teve ainda duas expulsões, o que dificultou ainda mais a vida da equipe em campo. Por sua vez, o FC Cincinnati não tinha nada com isso e venceu o jogo por 1×0 com um golaço do jovem Amaya. Para ainda sonhar com a classificação, o Atlanta precisará vencer o Columbus Crew na última rodada e torcer por uma grande combinação de resultados.

O JOGO

Como tem sido praxe nos jogos matutinos, as boas oportunidades demoram para aparecer. O Cincinnati, além das dificuldades habituais, tinha cinco desfalques, entre eles Locadia, craque do time. A primeira do jogo só veio com Barco, aos 20 minutos da primeira etapa. O meia recuperou bola na intermediária de ataque, avançou e tentou mandar uma trivela pro gol de Tyton. A bola raspou a trave direita. Cinco minutos depois, o lance que mudaria o jogo. Mulraney, do Atlanta United, fez falta boba por trás e levou o segundo cartão amarelo. Expulsão merecida.

Com um a mais, o Cincinnati se assanhou pra tentar a vitória e acabou deixando espaços na defesa. Nos minutos finais do primeiro tempo, Pity Martinez bateu falta com veneno, mas Tyton estava lá pra espalmar. Aos 49, Castillo, que entrará no lugar de Jahn, invadiu a área e fuzilou de esquerda, mas o goleiro de Cincinnati estava em dia inspirado e botou pra escanteio. No último lance, Ezequiel Barco foi derrubado por Van der Werrf. Penalti claro! Porém, o VAR acionou a arbitragem, alegando corretamente que barco estava impedido no início da jogada.

No início do segundo tempo, o Cincinnati continuou indo pra cima. Aos 59′, Gyau serviu Kubo dentro da área. O japonês bateu forte, mas Guzan, em grande fase, colocou pra escanteio. Aos 75′, o castigo veio para o Atlanta United. O jovem Frankie Amaya, primeira escolha do Cincinnati no draft de 2019, recebeu na entrada da área e bateu de chapa, no angulo! Um golaço para colocar os azuis e laranja na frente.

Com um a menos e perdendo o jogo, o Atlanta United não conseguiu encontrar forças para buscar o empate. No último minuto, o atacante JJ Williams foi expulso por agredir o zagueiro Waston, do Cincy, acabando de vez com as chances do empate. A vitória desta quinta-feira (16) por 1×0 foi a primeira do FC Cincinnati em 2020. Na próxima rodada, o time encara o New York Red Bulls, dia 22. O Atlanta jogará um dia antes, contra o Columbus Crew, precisando vencer bem e ainda torcer para conseguir pegar uma vaga entre os melhores terceiros.

FICHA TÉCNICA

Atlanta United – 0
Guzan; Escobar, Robinson e Meza (Walkes); Lennon, Larentowicz, Remedi e Mulraney; Martínez (JJ Williams), Barco (Castro) e Jahn (Castillo) (Hyndman).
TEC: Frank De Boer

FC Cincinnati – 1
Tyton; Gyau (Abdul-Salaam), Deplagne, van der Werff (Petterson), Waston e Gutman; Stanko, Medunjanin e Amaya (Alashe); Regattin (Vazquez) e Kubo.
TEC: Jaap Stam

Gols: Amaya (CIN)
Cartões Amarelos: Mulraney (2x), Barco, Escobar, Robinson (ATL) e Deplagne, Amaya e Stanko (CIN)
Cartões Vermelhos: Mulraney e JJ Williams (ATL)

Melhores Momentos

Um comentário sobre “Atlanta perde para o Cincinnati e está praticamente eliminado do MLS is Back

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s