Whitecaps vence Chicago Fire, elimina adversário e se garante nas oitavas

Na manhã desta quinta-feira (23), Chicago Fire e Vancouver Whitecaps abriram o último dia da fase de grupos do MLS is Back. O jogo foi morno até boa parte do segundo tempo, quando foi interrompido por uma tempestade de raios uqe se aproximava do gramado. Mais de uma hora depois, quando a bola voltou a rolar, o Chicago Fire foi atropelado pelo time do Canadá, que fez 2 a 0 e se garantiu como um dos melhores terceiros ao vencer por dois gols de diferença. O time de Chicago, por sua vez, deu adeus à competição.

O JOGO

Para se ter uma ideia de como o jogo foi devagar, a primeira boa chance só pintou aos 46′, com Frankowski, pelo Chicago Fire. Ele recebeu cruzamento da esquerda e, sozinho, carimbou a trave direita, perdendo uma chance incrível. No segundo tempo, aos 58′, Medram recebeu dentro da área, ajeitou pro pé direito e bateu por cima, desperdiçando mais uma oportunidade para o Fire.

Eis que os raios chegaram e a partida ficou parada por mais de uma hora. Quando retornou, as 13h05 (Brasília), o jogo voltou outro. Os Whitecaps, que precisavam vencer por dois gols de diferença passaram a correr atrás do prejuízo e aos 65′, pouco depois do reinício, Adnan lançou Yordi Reyna, que não teve trabalho para limpar o goleiro Kronholm e abrir o placar. Cinco minutos depois, Reyna recebeu no meio e enfiou linda bola para Dájome, que de frente pro gol não hesitou e marcou o segundo do time canadense.

Desesperado por um gol, o Fire foi pra cima para tentar classificação. Após cruzamento da direita, Navarro apareceu livre dentro da área, mas na hora de finalizar, isolou a bola. Minutos depois, aos 77′, quem isolou foi o centro-avante Beric, da marca do penalti, após cruzamento de Sapong. E por falar em Sapong, ele conseguiu colocar a bola nas redes dos Whitecaps aos 83 minutos. Medram recebeu na entrada da área, limpou a marcação e bateu colocado de canhota, acertando o travessão. Na sobra, Sapong se enrolou com os defensores adversário e a bola acabou entrando. Era o gol que o Fire precisava. Mas na checagem do VAR, as imagens mostraram que a bola resvalou no braço do atacante na disputa, o que invalidou o gol, dando assim a vitória ao Chicago Fire.

FICHA TÉCNICA

Chicago Fire – 0
Kronholm; Sekulic, Pineda (Collier) e Calvo; Frankowski, Herbers, Gímenez, Medrán e Bornstein (Navarro); Aliseda (CJ Sapong) e Beric.
TEC: Raphael Wicky

Vancouver Whitecaps – 2
Hasal; Nerwinski, Khmiri (Dájome), Veselinovic, Cornelius e Adnan; In-Beom, Owusu (Gutiérrez) e Taibert; Bair (Milinkovic) e Raposo (Reyna).
TEC: Marc dos Santos

Gols: Reyna e Dájome (VAN)
Cartões Amarelos: Hasal (VAN) e Gímenez e Herbers (CHI)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s