Campeão inédito, Houston Dash conquista a NWSL Challenge Cup

Foto: Reprodução Twitter/NWSL

A National Women’s Soccer League tem um novo campeão! Na tarde deste domingo (26), aconteceu a grande final da NWSL Challenge Cup. O Houston Dash garantiu a vitória por 2×0 contra o Chicago Red Stars, conquistando o título inédito. A partida foi realizada no Rio Tinto Stadium, em Sandy, Utah.

O Houston Dash abriu o placar logo aos 5’, após um pênalti marcado em cima de Kristen Mewis. Após uma arrancada pelo lado esquerdo, Mewis é derrubada na área por Kayla Sharples. Com tranquilidade, a canadense Sophie Schmidt converteu a cobrança e colocou o time do Texas na frente do placar.

Reprodução/Twitter NWSL

O Chicago tentou pressionar, conseguindo uma de suas melhores oportunidades com Savannah McCaskill, que cabeceou uma bola na trave aos 15’. O Dash teve a chance de ampliar com um escanteio aos 47’, quando a zagueira Naughton cabeceou uma bola no meio do gol, defendida por Alyssa Naeher. Aos 67’, McCaskill colocou a goleira Campbell para trabalhar, em uma cobrança de falta que tinha destino certo, mas não conseguiu o empate.

Já nos acréscimos, aos 91’, a defesa do Chicago deixou Shea Groom livre para encarar Naeher, após um passe de Rachel Daly. A goleira tentou conter Groom fora da área, mas a atacante do Dash conseguiu passar por ela para anotar o segundo gol do jogo, acabando com as últimas esperanças de empate do Chicago.

Pela primeira vez nas playoffs da NWSL, o Houston Dash chegou na Challenge Cup sem muitas expectativas por parte dos fãs da liga. Logo nas primeiras rodadas, a equipe surpreendeu e mostrou o seu potencial de competir por uma boa colocação no torneio. O único time sem grandes estrelas da seleção americana, se apoiou em uma organização tática que muito faltou para as outras equipes durante a competição.

Um dos maiores destaques da competição, Daly foi a capitã que liderou o time na conquista do título. Após ser nomeada MVP do torneio, Daly recebeu também a Golden Boot, finalizando a competição com três gols e duas assistências. Shea Groom, em seu primeiro ano no time de Houston, foi eleita a melhor jogadora da partida e termina a Challenge Cup entre as artilheiras, com três gols e uma assistência.

Com a vitória do Dash, o Chicago Red Stars viu seus planos serem frustrados novamente. Em uma campanha inconsistente, anotou uma vitória, um empate e duas derrotas na primeira fase, eliminando o OL Reign nas quartas de final nos pênaltis, com apenas dois gols marcados nos cinco primeiros jogos. O time teve seu melhor desempenho na semifinal contra o Sky Blue, marcando três gols antes do time de New Jersey diminuir, com um placar final de 3×2.

Sofrendo com lesões, o Chicago chegou à final sem nomes como Casey Short, Morgan Gautrat, Tierna Davidson e Yuki Nagasato. O ataque do time que em 2019 contava com Sam Kerr, artilheira que marcou 19 gols na última temporada, não funcionou, mesmo com a chegada das atacantes Rachel Hill e Kealia Watt para compor o setor. Com importantes desfalques na defesa e no meio de campo, o time não conseguiu passar pela forte marcação do Houston Dash. Essa é a segunda derrota do time em uma final, após perder por 4×0 em 2019, contra o North Carolina Courage.

Um mês e 23 jogos depois, a NWSL Challenge Cup está encerrada. O Houston Dash se junta ao hall de campeões da liga ao lado de Portland Thorns e North Carolina Courage, únicos times que participam hoje da NWSL a conquistar um título. Ainda não há previsão de retorno ou um possível formato para a próxima competição, mas segundo a comissária da liga, Lisa Baird, se for possível ter um retorno seguro, a NWSL poderá ter mais jogos em 2020.

A nossa equipe apresentou, após a final, o edição especial do Território MLS Debate sobre a NWSL. Para conferir a live, basta acessar o nosso canal no Youtube.

Ficha Técnica:

Houston Dash:

Jane Cambpell; Allysha Chapman, Kathleen Naughton, Megan Oyster, Haley Hanson; Kriten Mewis, Sophie Schmidt, Shea Groom; Brianna Visalli, Rachel Daly, Nichelle Prince.

Chicago Red Stars:

Alyssa Naeher; Bianca St Georges, Julie Ertz, Sarah Gorden, Kayla Sharples; Savannah McCaskill, Vanessa Dibernardo, Danielle Colaprico; Katie Johnson, Rachel Hill, Kealia Watt.

Gols: Sophie Schmidt – 5’ (Houston Dash); Shea Groom – 91′ (Houston Dash).

Cartões Amarelos: Kayla Sharples – 4’ (Red Stars); Haley Hanson – 82′ (Houston Dash); Erin Simon – 89′ (Houston Dash).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s