Portland Timbers bate Orlando City por 2 a 1 e é campeão do MLS is Back

O Portland Timbers se sagrou campeão do MLS is Back nesta terça-feira (11) ao bater o Orlando City por 2 a 1. Os gols foram marcados pelos zagueiros Mabiala e Zuparic, enquanto Pereyra fez o gol do Orlando. Com o título, a equipe do Oregon está classificada para a CONCACAF Champions League da próxima temporada.

A partida foi tensa e a equipe de Orlando até foi mais presente no campo ofensivo, mas não conseguiu levar perigo ao goleiro Clark. Já Portland, conseguiu aproveitar melhor suas oportunidades e, em dois lances de bola parada, chegou ao gol. Os “Leões”, que dependeram bastante da individualidade dos seus jogadores, chegaram ao gol após boa jogada de Nani, completada por Pereyra.

No torneio, Portland foi líder do Grupo F com 7 pontos num grupo que tinha Los Angeles FC, Houston Dynamo e Los Angeles Galaxy. Nas oitavas de final, passou pelo FC Cincinnati nos pênaltis, após empatar por 1 a 1 no tempo normal. Depois, venceu New York City, por 3 a 1, e Philadelphia Union, por 2 a 1, para chegar à final.

Portland chegou ao seu segundo título da sua história, com o primeiro sendo a MLS Cup de 2015. Orlando segue sem títulos e buscará, na temporada regular, manter o bom futebol apresentado durante o MLS is Back.

O JOGO

A partida começou com as equipes se estudando. Apesar de uma presença maior ofensiva, o Orlando não conseguia traduzir essa presença em boas chances. A equipe da Flórida tinha dificuldades em quebrar o bom sistema defensivo dos Timbers. Enquanto o City tentava trocar passes e usar as laterais para atacar, o Portland se fechava e não sofria, tentando sair nos contra-ataques. As duas equipes, no entanto, falhavam no último passe para poder criar chances com mais perigo.

Em jogos assim, a bola parada faz diferença. Aos 26′, o Portland teve falta na intermediária ofensiva. Valeri levantou a bola na área e o zagueiro Mabiala cabeceou pra dentro das redes, abrindo o placar. O gol fez com que Orlando buscasse ainda mais o gol, mas esbarrasse nas mesmas dificuldades.

Coube a principal dupla do City mudar o cenário. Aos 39′, Nani fez boa jogada pela esquerda e cruzou rasteiro para Pereyra ganhar na divida e completar para o fundo das redes. O Orlando seguia pressionando e Mueller perdeu um gol dentro da área. O primeiro tempo terminou empatado em 1 a 1.

O segundo tempo começou um pouco diferente do primeiro. Era Portland que tinha a bola e tentava criar as melhores oportunidades. Porém, se via a mesma dificuldade da primeira etapa: criar chances relevantes de gol.

Novamente, na bola parada, Portland assustou: Valeri bateu falta e obrigou Gallese a fazer boa defesa. No escanteio, na sequência do lance, o peruano trabalhou novamente em finalização de Ebobisse. A sequência de pressão continuou e o Portland castigou. Em mais um escanteio, Williamson dominou e bateu para o gol, a bola desviou em Ebobisse e sobrou para Zuparic empurrar para as redes: 2 a 1 para os Timbers.

O gol tranquilizou o Timbers, enquanto forçou o Orlando a se jogar para o ataque. Mendez e Akindele tentaram finalizar, mas sem perigo. Ruan tentou cruzamento para área, mas ninguém completou. Jansson, em cobrança falta, também tentou. Em nenhuma das chegadas, Orlando ofereceu real perigo para o adversário.

O jogo se tornou, praticamente, um ataque contra defesa. Orlando pressionava e tinha mais a bola em seu campo ofensivo, empurrava Portland para atrás. Aos 85′, o jogo poderia ter ficado ainda mais dramático quando Ruan fez falta imprudente em Valeri e levou apenas o cartão amarelo. No fim, os Timbers quase ampliaram em bom contra-ataque, mas Gallese fez mais uma excelente defesa.


FICHA TÉCNICA

Orlando City – 1
Gallese; Ruan (Smith), Antonio Carlos, Jansson, Moutinho; Rosell (Patiño), Mendez (Júnior Urso), Pereyra, Mueller (Michel); Akindele (Dike), Nani.
TEC.: Óscar Pareja.

Portland Timbers – 2
Clark; Villafaña, Zuparic, Mabiala, Duvall; D Chará, Williamson; Loría (Polo), Valeri (Tuiloma), Blanco (Mora); Ebobisse (Niezgoda).
TEC.: Giovanni Savarese.

Gols: Pereyra (ORL); Mabiala, Zuparic (POR).
Cartões Amarelo: Antonio Carlos, João Moutinho, Nani, Ruan (ORL); Mabiala, D Chará, Villafaña (POR).

(Foto: Reprodução Twitter/Major League Soccer)

MELHORES MOMENTOS

4 comentários sobre “Portland Timbers bate Orlando City por 2 a 1 e é campeão do MLS is Back

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s