Com dois gols de Debinha, North Carolina Courage vence o Houston Dash

Neste sábado (12), tivemos mais uma rodada da Fall Series, novo torneio da National Women’s Soccer League (NWSL). Em um jogo eletrizante e cheio de gols, North Carolina Courage e Houston Dash se enfrentaram pela primeira vez esse ano, com o Courage vencendo por 4×3. A partida aconteceu em Cary, Carolina do Norte, no WakeMed Soccer Park.

Apesar de historicamente ser o favorito, o Courage entrou na partida sem muitas expectativas por parte da torcida. A equipe veio para a Fall Series com diversos desfalques, como Crystal Dunn, Kristen Hamilton, Abby Erceg, Jaelene Daniels e Jessica McDonald, que optaram por não participar do torneio, e Sam Mewis e Denise O’Sullivan, que estão na Inglaterra para jogar a temporada 2020/21. Já o Dash teve poucas mudanças desde a Challenge Cup, com a principal delas sendo a ausência da capitã e MVP Rachel Daly, que também viajou à Inglaterra para jogar pelo West Ham.

Acostumados a jogar em uma formação de 4-2-2-2, o Courage teve que se reinventar completamente para a primeira partida. O técnico Paul Riley optou por um 3-1-4-2 que teve muitas dificuldades para se encaixar no primeiro tempo. Com uma defesa bastante desorganizada, o time da casa sofreu pressão desde o primeiro minuto, literalmente: Kristie Mewis roubou a bola de Roccaro na entrada da grande área e Latsko aproveitou para testar a goleira Labbé, que impediu o Dash de abrir o placar. E foi assim que o time de Houston ditou o ritmo no primeiro tempo.

Mas falando de NWSL, tudo pode acontecer. Aos 18’ o placar foi aberto pelo North Carolina Courage. Chapman fez falta em Debinha dentro da área e a arbitragem marcou o pênalti que foi convertido pela americana Abby Dahlkemper. A reação do Houston Dash não demorou a vir, com a virada acontecendo ainda no primeiro tempo: aos 25’, Dahlkemper entregou a bola de graça para que Shea Groom passasse com tranquilidade para Latsko, que livre na frente de Labbé, fez o primeiro gol do Dash. Aos 37’, novamente Groom enfiou uma bola para Mewis dentro da área, que bateu de primeira e deu a vantagem à equipe.

Vimos o primeiro tempo ser totalmente dominado pelo Houston Dash. O Courage encontrou muita dificuldade em sua saída de bola, com uma defesa pouco entrosada e um setor ofensivo que não conseguia criar. Debinha pouco apareceu e Lynn Williams ficou completamente apagada na primeira etapa. Por outro lado, o Houston Dash poderia ter ido para o vestiário com uma vantagem ainda maior: abusou demais dos lançamentos diretos da defesa para o ataque, quando poderia ter trabalhado melhor a bola pelo meio. Quando roubava a bola para um contra-ataque, o meio de campo demorava para apoiar e dava a chance para a defesa do Courage se recompor.

O segundo tempo veio para reforçar o porquê há uma hegemonia tão grande do North Carolina Courage dentro da NWSL. Pressionando desde os primeiros minutos, o Courage voltou com um time irreconhecível se comparado com o que os espectadores viram nos primeiros 45′. O Dash pouco viu a bola até o gol de empate, aos 52’. Williams tocou para Debinha, que em uma jogada espetacular, mandou um foguete de fora da área, sem chances para a goleira Jane Campbell salvar.

A partir daí vimos um jogo muito mais equilibrado, e os dois grandes nomes das donas da casa, Debinha e Williams, começarem a aparecer mais. O Courage colocou ordem na defesa, conseguiu manter mais a posse de bola e viu as chances começarem a aparecer no seu setor ofensivo. Mesmo com uma a menos, já que Allysha Chapman foi expulsa após receber o segundo amarelo aos 53′, o Dash não desistiu e conseguiu a segunda virada da tarde aos 70’, com um golaço da canadense Sophie Schmidt de fora da área.

Infelizmente, para os fãs do Dash, as campeãs da NWSL Challenge Cup não conseguiram segurar a vantagem: Lynn Williams empatou aos 83’, e três minutos depois, aos 86’, Debinha fez o seu segundo gol para garantir a vitória do North Carolina Courage. A brasileira garante a artilharia isolada da Fall Series até o momento.

O Houston Dash segue sem nunca ter vencido o Courage: agora são oito derrotas e um empate. Mas o time terá mais uma chance de mudar isso: as equipes se enfrentam novamente no dia 4 de outubro, às 20h (horário de Brasília), com o jogo sendo na casa do Houston.

O próximo jogo da NWSL Fall Series acontece na próxima terça-feira (15) às 23h (horário de Brasília) entre uma das maiores rivalidades da liga: o Portland Thorns recebe o OL Reign no Providence Park para o segundo confronto entre as equipes esse ano.

Ficha Técnica

North Carolina Courage – 4

Labbé; Merrick (Perea – 9′), Kurtz, Dahlkemper; Roccaro; Speck, Debinha, Milliet (Baisden – 79′), Ryan Williams; Lynn Williams, Evans (Harbison – 46′).

Houston Dash – 3

Campbell; Chapman, Naughton, Prisock, Hanson; Schmidt, Groom (Nairn – 82′), Mewis; Prince (Fields – 83′), Latsko (Stengel – 58′), Andrzejewski (Simon – 58′).

Gols: Dahlkemper – 18′ (Courage); Latsko – 25′ (Dash); Mewis – 37′ (Dash); Debinha – 52′ (Courage); Schmidt – 70′ (Dash); Lynn Williams – 83′ (Courage); Debinha – 86′ (Dash).

Cartões amarelos: Chapman – 17′ e 53′ (Dash).

(Foto: Reprodução Twitter/NWSL).

Um comentário sobre “Com dois gols de Debinha, North Carolina Courage vence o Houston Dash

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s