sábado, abril 13, 2024
InícioMajor League SoccerInter Miami CFNew England Revolution bate o Inter Miami e Bruce Arena comenta chegada...

New England Revolution bate o Inter Miami e Bruce Arena comenta chegada de Messi na MLS

Um dos treinadores mais respeitados da história do futebol nos Estados Unidos, Bruce Arena, atualmente no comando do New England Revolution, concedeu coletiva após a vitória de sua equipe por 3 a 1 sobre o Inter Miami CF, futuro clube de Lionel Messi. Durante a entrevista, ele compartilhou sua reação e opinião sobre a chegada do astro argentino de 36 anos à MLS.

“Acredito que trazer Lionel Messi para nossa liga seja fabuloso. Mesmo que eles já tenham três Jogadores Designados (DPs), eu consigo lidar com isso. Quer dizer, é bom para a nossa liga, que cresceu consideravelmente. Quando cheguei ao LA Galaxy, após David Beckham ter passado por um período difícil, em 2007, foi um momento complicado. Essas coisas não são fáceis. Depois, cheguei ao LA em julho ou agosto de 2008, e seguimos em frente pelo restante do ano, disputando provavelmente sete a dez jogos. Contratamos 19 jogadores novos no ano seguinte e chegamos à final da MLS Cup. Depois disso, continuamos melhorando, mas é um desafio. Não será fácil para o [Inter] Miami, mas eles têm um elenco melhor agora do que o que eu tinha no LA Galaxy quando cheguei em 2008. Eles irão se sair bem. Messi vencerá jogos. Se Messi estivesse em campo hoje à noite, seria um desafio real para nós. É bom para o time deles, é bom para o Inter Miami, é ótimo para a liga e é bom para nós, pois não precisaremos mais jogar contra eles, exceto talvez nos playoffs. Espero que ele tenha um grande impacto em campo. Sabemos que ele terá um grande impacto fora de campo. Acho isso ótimo.” –  disse o treinador.

O assunto Lionel Messi também gerou várias questões sobre possíveis mudanças nas regras de construção de elenco, incluindo a extinção do TAM e do GAM (dinheiro fictício usado na MLS).

“Isso é uma questão dos donos da liga. Os gastos nesta liga são maiores do que nunca. Quando comecei em 1996, acredito que nosso teto salarial era de 1,1 milhão de dólares. Tínhamos um monte de jogadores duvidosos que vieram, e cada equipe recebeu quatro jogadores para começar a liga, sendo Marco Etcheverry um deles para nós. Foi uma época de incertezas, e cabia à liga e às pessoas decidirem. Eles distribuíram esses jogadores por todas as equipes, e agora avançamos, e você pode gastar até oito ou nove milhões de dólares com o TAM (Dinheiro de Alocação Específica). Além disso, há equipes na liga gastando entre 25 e 30 milhões de dólares em seus elencos, para os times de ponta. Minha suposição é que em Miami, eles estão adicionando muito mais dinheiro. Pode ser de 50 a 70 milhões de dólares extras. As regras estão sendo seguidas. A liga não está fazendo nada especial para o Miami. O que é especial é que [David] Beckham conseguiu atrair Messi para seu clube. Eles trabalharam nisso por alguns anos, e acredito que, mesmo aos 36 anos, Messi terá um impacto tremendo naquela equipe, na cidade e na liga. Isso só pode ser bom.”

QUER APOSTAR NOS JOGOS DA MLS?  A BETANO É A PARCEIRA OFICIAL DE APOSTAS DO TERRITÓRIO

Por fim, Bruce Arena também comentou sobre o calendário da MLS, que passará por mudanças com a temporada inaugural da Leagues Cup, um torneio que envolve times mexicanos e americanos durante o meio do ano, paralisando a temporada regular por um mês.

“Tem sido um problema, e junho e julho na liga serão absurdos, para dizer o mínimo. Estamos jogando em uma janela internacional e depois temos uma competição fora da liga. Quem sabe onde cada um estará naquela época?

Como você viu em agosto, ou no final de julho, nem sei as datas de quando a competição termina, mas é muito complicado. É possível que, nessa competição, se você não avançar na fase de grupos, fique duas ou três semanas sem jogar. É complicado. E estamos esperançosos de que em agosto teremos Henry (Kessler) de volta. Isso é uma possibilidade. Talvez ele retorne em setembro, e esperamos que fiquemos livres de lesões e que alguns jogadores se recuperem, voltem à forma e, quando estivermos chegando ao final da temporada, possamos estar no nosso melhor, porque agora é difícil com todas as trocas de jogadores que estamos fazendo e tudo mais. O que mais posso dizer?”

O New England não enfrentará mais o InterMiami em 2023, com exceção de um possível confronto nos playoffs. Enquanto o Miami continua em último na Conferência Leste, os Revs de Bruce Arena se isolaram na quarta colocação da mesma conferência, com 30 pontos.

(Capa: Reprodução/New England Revolution)

RELATED ARTICLES
- Advertisment -
Territorio F1

Populares

Concacaf