sábado, abril 13, 2024
InícioMajor League SoccerExpansõesNovo contrato de transmissões da MLS pode não alcançar valores esperados pela...

Novo contrato de transmissões da MLS pode não alcançar valores esperados pela liga, diz site

Apesar da expectativa criada no reajuste substancial dos valores anuais de transmissão, novo acordo da MLS deverá ficar abaixo dos US$300 milhões especulados pela imprensa

A Major League Soccer vem encontrando dificuldades para fechar o novo acordo de transmissão para os jogos da liga, de acordo com a reportagem do site “The Athletic”, publicada nesta sexta-feira (28). O comissário da MLS, Don Garber, havia dito publicamente que esperava já ter acertado a comercialização das partidas da liga até o final de março, as fontes ouvidas pelo “The Athletic” afirmaram que as redes NBC, CBS e FOX não demonstraram muito interesse pelo produto, enquanto a Turner Sports, de propriedade da WarnerMedia, se apresenta como principal entusiasta da ideia de adquirir os direitos de transmissão da MLS em âmbito nacional.

O atual pacote, assinado em 2015 com ESPN, ABC e Univision, rende US$ 90 milhões por ano para a MLS, mas terá sua duração encerrada ao final da atual temporada, em novembro.

As tratativas com a Turner Sports, entretando, estão em um momento de paralisação, já que a Warner ainda não terminou de alinhar sua fusão com o Discovery. O casamento das duas empresas ainda não concluiu a união DiscoveryPlus e HBO Max, variante que contribui para o atraso das conclusões do novo acordo com a MLS. De acordo com uma fonte consultada pelo site, um desfecho para a comercialização dos direitos de transmissão da Major League Soccer só deverá sair após o final de abril, contrariando a preferência da MLS, que tinha como alvo até a segunda quinzena do próprio mês de abril.

Conversas

A vantagem em assinar com a Turner Sports fará com que a liga tenha um número maior de partidas transmitidas na nova plataforma que irá ser criada ainda pelo conglomerado de mídia, que, além das possibilidades virtuais, ainda utilizará os canais TNT, TBS e HBO Max para levar ao ar os jogos das seleções feminina e masculina dos Estados Unidos, em acordo firmado até 2030.

  • Quer assistir UM MÊS DE MLS NA FAIXA? Assine AGORA mesmo o DAZN e tenha 30 dias grátis! Clique AQUI!

Apesar da possibilidade real de formatação da venda do pacote de transmissão para a Turner Sports, a MLS também conversa com os atuais parceiros da liga – ESPN e Univision -, apesar de que os dois canais não demonstraram interesse em fechar costurar um acerto por valores que extrapolem por muito os US$ 90 milhões atuais. Pesa contra a principal liga de futebol dos Estados Unidos o fato de que a U.S. Soccer, federação de futebol do país, ter negociado as partidas das seleções dos EUA diretamente com a Turner Sports, diferentemente do que acontecia até o acordo firmado em 2015, que previa a venda dos jogos das seleções de forma casada com a MLS.

Leagues Cup como diferencial

Ainda segundo a fonte consultada pelo site “The Athletic”, caso a MLS renove o contrato com a ESPN, a emissora deverá transmitir nacionamente o mesmo número de confrontos do acordo atual vigente: 34.

Já a Univision se mostra mais interessada nas partidas da recém-anunciada Leagues Cup, torneio previsto para começar em 2023 e que envolverá todas as equipes da Major League Soccer e da Liga MX, que historicamente performam melhor nos Estados Unidos devido a presença maciça de imigrantes mexicanos no país. Em relação apenas a MLS, o canal em língua espanhola também se mostra inclinado a levar ao ar os mesmo 34 jogos do contrato em vigor.

Curiosamente, a procura pela Leagues Cup tem sido pequena quando o assunto são os canais de língua inglesa. Apenas a ESPN demonstrou interesse na nova competição com o objetivo de repassá-la para a ESPN Deportes, seu braço em espanhol, mas a MLS prefere manter as tratativas com a Univision.

Transmissão própria

Existe a possibilidade da liga ainda criar um serviço de streaming para a transmissão dos jogos que não serão ofertados pela ESPN, através da plataforma ESPN+. Para que essa opção realmente deixe o papel, a MLS terá que contratar um batalhão de produtores, diretores, técnicos e jornalistas. Entretanto, com a aproximação da temporada de 2023, é bastante improvável que a liga torne esta possibilidade real.

Valores

Apesar do aumento da audiência nos últimos anos da Major League Soccer que já inclui dados da atual temporada, média de 298 mil telespectadores nas onze partidas transmitidas em âmbito nacional, o cenário para um novo acordo com valores voluptuosos, especulados na casa dos US$300 milhões parece um tanto quanto irreal. A expectativa para as fontes ouvidas pelo “The Athletic” cogitam que o novo vínculo fique entre US$ 150 e US$ 200 milhões por ano.

O problema então, passa a ser que, apesar do reajuste, ele não necessariamente refletirá em mais dinheiro repassados aos clubes que integram a liga. Em 2015, ano do último acordo televisivo, a MLS era formada por 20 agremiações, contrastando com os 29 que disputarão a temporada de 2023, incluindo o St. Louis FC, que debutará na competição apenas no próximo ano. Percentualmente, neste cenário, os clubes receberiam menos do que os valores vigentes.

(Capa: Reprodução/MLS)

 

@GdeGustavo83
@GdeGustavo83
Jornalista, moro nos Estados Unidos desde 2006. Gosto de viajar com a família, conhecer estádios e arenas. MLS é o futuro e eu posso provar!
RELATED ARTICLES
- Advertisment -
Territorio F1

Populares

Concacaf